Social de Gurinhatã discute planejamento de ações para 2018

O prefeito Wender Luciano tem como proposta, o fortalecimento das ações voltadas para as famílias em situação de vulnerabilidade, e o crescimento das oficinas e outros projetos sociais são importantes para a melhoria da qualidade de vida dessas famílias

GURINHATÃ – A diretora do Departamento Municipal de Assistência Social, Meire Menezes coordenou nesta quarta-feira, 30, a primeira reunião em conjunto da Assistência social e o CRAS – Centro de Referências em Assistência Social, para o planejamento das ações para 2018, tendo também a presença da coordenadora do CRAS, Ana Paula Marques.

O setor é responsável por várias oficinas voltadas para crianças, adolescentes e idosos, e apesar do crescimento já visto neste ano, o setor tem como proposta crescimento nas ações voltadas para Gurinhatã, Flor de Minas, além do setor rural. “O compromisso da administração municipal é dar condição e apoio através de programas e projetos sociais, para que as famílias do nosso município cresçam em qualidade de vida”, disse Meire Menezes.

O setor é responsável não só pelas oficinas, como também o CadÚnico, Bolsa Família e os projetos que atendam aos usuários em situação de vulnerabilidade, fazem parte das ações do dia a dia do setor.

“Tratamos na reunião de algumas mudanças nas Oficinas do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculo, além da criação da Lei do SUAS para Vigilância Socioassistencial, além da criação dos grupos do PAIF, que é o serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família”, acrescentou Meire.

O Departamento Social e o CRAS também atuam diretamente na organização do Projeto Integração – Prefeitura na Comunidade, bem como nos demais eventos da Prefeitura ao longo do ano.