quinta-feira, julho 25, 2024
GovernoNotícias

NOVA DIRETORIA DA AMVAP TOMA POSSE EM CERIMÔNIA NA CIDADE DE INDIANÓPOLIS

Última atualização em 23 de janeiro de 2023

NOVA DIRETORIA DA AMVAP TOMA POSSE EM CERIMÔNIA NA CIDADE DE INDIANÓPOLIS

Mantendo a tradição do início de todos os anos, a Associação dos Municípios da Microrregião do Vale do Paranaíba – Amvap, realizou, nesta sexta-feira (20/01), a posse da nova diretoria de 2023. A cerimônia aconteceu no Pesqueiro Lagoa Azul, na cidade de Indianópolis.

A nova diretoria tem à frente o Prefeito de Indianópolis, Lindomar Amaro Borges. Ao lado dos demais membros, representados pelos gestores municipais das cidades associadas, ele assume o compromisso de dar sequência ao trabalho realizado nas últimas décadas e manter a associação com uma das mais importantes de Minas Gerais.

“É uma alegria muito grande estarmos assumindo a presidência da Amvap neste ano, juntamente com toda diretoria, com apoio dos prefeitos e prefeitas, e tenho certeza de que, unidos, vamos fazer um grande trabalho para todos os municípios”, afirma Lindomar.

Além do presidente, a mesa diretora é composta pelo 1° Vice-presidente, João Rodrigues dos Reis, prefeito de Romaria do 2° Vice-presidente, Último Bittencourt de Freitas, prefeito de Monte Alegre de Minas e do 3° Vice-presidente, Renato Carvalho Fernandes, Prefeito de Araguari.

Durante a cerimônia, o presidente informou sobre os preparativos para o retorno da Copa Amvap 2023, um dos maiores torneios de futebol de campo do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba. O torneio se tornou referência do futebol amador entre os municípios que integram a associação e teve sua última edição realizada em 2014.

“Já estamos formatando um modelo para elaborar a volta do evento esportivo. A Copa era tradicional na nossa região e de alto nível. Ao lado de prefeitos e secretários de esportes, estaremos reunidos, na próxima terça-feira (24/01), para tratar do assunto”, explica o presidente da Amvap.

MEDALHA DA ORDEM REGIONAL DO MÉRITO ASSOCIATIVISTA.

Na sequência da cerimónia, foram entregues a três agraciados com a Medalha da Ordem Regional do Mérito Associativista. A honraria é um reconhecimento a personalidades que desenvolvem ações em favor da causa municipalista. Neste ano, receberam o prefeito de Gurinhatã, Wender Luciano; o prefeito de Tupaciguara, Francisco Neto e o Deputado Estadual Raul Belém.

Wender Luciano foi presidente da Amvap em 2021 e, atualmente, é o chefe do executivo de Gurinhatã. Segundo ele, receber a medalha é motivo de grande orgulho. “Sai de Gurinhatã, cidade pequenininha, que nunca teve um presidente da Amvap. Na gestão, enfrentamos uma pandemia, muito difícil, mas os prefeitos estiveram reunidos nesta hora” e conseguimos vencer.

Francisco Neto terminou, no final de 2022, a gestão como presidente da Amvap. Neto é prefeito de Tupaciguara e vem de tradicional família política local. Durante o discurso, agradeceu a medalha. “Agradeço aos prefeitos e prefeitas que me deram oportunidade de ocupar esta cadeira desta associação tão importante do Estado e União. Foi um privilégio trabalhar com esta equipe tão maravilhosa”.

Raul Belém foi prefeito de Araguari de 2012 a 2016. Atualmente, é deputado estadual pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Ele destacou a relevância da Amvap no cenário mineiro. “É uma associação que já fez muito pela nossa região, que é modelo para todo país, especialmente, por conta dos 24 municípios que compõem a Amvap. É um espaço para trabalhar de forma conjunta pelo desenvolvimento, o que facilita nosso trabalho como parlamentar para conseguir os recursos para região”.

As homenagens foram acompanhadas pelas autoridades políticas locais, prefeitos e pela nova diretoria do Consórcio Amvap-Saúde. Desde o começo do mês, quem está à frente da presidência é a prefeita de Araporã, Renata Borges.

”É uma satisfação assumir esse consórcio, que muito fez por nossos municípios. No ano passado foram mais de 57 mil atendimentos. Isso para nós é muito importante, desafoga a saúde das nossas cidades e acredito no trabalho de cooperativismo porque juntos vamos mais longe”, diz Renata.

FONTE: ASCOM AMVAP