GovernoNotíciasSaúde

Aumento de casos na Região preocupa autoridades

Última atualização em 15 de fevereiro de 2021

GURINHATÃ – O colapso no sistema público de saúde e o crescimento do número de casos de COVID-19 na região abriu a semana com uma nova realidade, triste, e que depende muito da compreensão e participação da comunidade num todo.

Em Gurinhatã, até este domingo, 14/02, foram registrados 90 casos de COVID-19, sendo 5 casos somente em fevereiro. De acordo com o Boletim, até a data eram 4 casos ativos e ainda 10 outros casos suspeitos aguardando resultados. Um desses casos positivos é o do prefeito Wender Luciano, que confirmou em suas redes sociais na noite deste domingo: “Estou aqui para comunicar que fui positivado com COVID-19. Estou afastado e medicado com todo coquetel receitado por médico pneumologista. Quando nós, gestores, tomamos alguma decisão para restrição de contágio desta doença, é para o bem de todos. Esta doença não é fácil e realmente mata pessoas. Vamos nos cuidar e obedecer nossos decretos que são direcionados pelo Governo Estadual. Vamos ficar bem com a graça de Deus. ”, disse.

Diante do novo cenário o prefeito Wender Luciano assinou na manhã desta segunda-feira, 15/02, Decreto 066/2021 que aumenta as restrições, tanto no comércio quanto na realização de festas e aglomerações em público, e ainda restringe na parte da manhã o atendimento ao público na Prefeitura Municipal, que terá expediente reduzido das 12h30 às 16h30, e na parte da manhã apenas serviço interno.

No Decreto ficou definido ainda que os estabelecimentos comerciais, incluindo bares e lanchonetes poderão ficar aberto somente até as 18 horas, sendo fixado o período de validade do Decreto entre este dia 15 até o dia 21/02, quando será feita nova avaliação do cenário.

O Decreto completo está publicado no site www.gurinhata.mg.gov.br.