NotíciasSaúde

Os Grupos de Tabagismo se reúnem: O alvo é derrotar o vício

Última atualização em 3 de dezembro de 2021

Vencer o tabagismo. Esse é o principal objetivo de quem participa dos Grupos de Tabagismo dos PSFs de Gurinhatã. “O alvo é derrotar o vício. No grupo são trocadas experiências e vivências de pessoas que lutam para parar de fumar e o testemunho de quem conseguiu vencer essa batalha”, disse a secretária municipal de Saúde Marilu.
Os Grupos de Tabagismo se reúnem de três em três meses e os participantes contam com uma equipe multidisciplinar de saúde. “Temos médico, nutricionista, psicóloga, assistente social, farmacêutica, fisioterapia e odontóloga”, explicou.
Durante a pandemia as reuniões ficaram restritas a cinco pessoas e com todo o protocolo sanitário. “Geralmente os grupos são formados por 15 participantes, mas em 2021 foram apenas dois grupos de cinco pessoas cada”.
De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), o tabagismo é reconhecido como uma doença crônica causada pela dependência à nicotina presente nos produtos à base de tabaco. A Organização Mundial de Saúde (OMS) aponta ainda que o tabaco mata mais de 8 milhões de pessoas por ano. Só no Brasil, são 161.853 mortes anuais atribuíveis ao uso de tabaco, o que representa 443 mortes por dia e leva o tabagismo a ser o terceiro fator de risco para anos de vida perdidos ajustados por incapacidade. “Nossos grupos contam com o apoio do programa do Ministério da Saúde e do Instituto Nacional do Câncer (Inca). Quem quiser participar das reuniões pode deixar o nome com o agente comunitário de saúde do PSF”, finalizou.