terça-feira, julho 23, 2024
EducaçãoGoverno

Escola João Borges discute autismo em Flor de Minas

Última atualização em 4 de abril de 2018

GURINHATÃ – Um bom exemplo que vem da Escola Municipal João Borges de Castro, em Flor de Minas, que promoveu uma discussão importante em atividade realizada junto a alunos e professores.

Foi realizado no último dia 2, um trabalho de conscientização sobre o autismo. “Para nós é um privilégio ter alunos especiais, pois aprendemos muito com eles e se tornam alunos do coração, como o nosso querido Lucas”, comentou a diretora da escola, Michelle Borges.

Segundo a Associação Brasileira de Autismo, em sua cartilha sobre o tema, o Transtorno do Espectro Autista (TEA) caracteriza-se por alterações presentes desde idades muito precoces, tipicamente antes dos três anos de idade, e que se define sempre por desvios qualitativos na comunicação, na interação social e no uso da imaginação. “A tríade é responsável por um padrão de comportamento restrito e repetitivo, mas com condições de inteligência que podem variar do retardo mental a níveis acima da média”.